Chumbo na Henna? Entenda qual a composição da Henna Casa da Índia

4 minutos para ler

Se você pensou em algum momento sobre usar Henna, com toda a certeza já deve ter ouvido do seu cabeleireiro para não aderir a essa “moda”, por causa do chumbo na Henna que faz mal aos fios.

Sim! Ele está certíssimo quanto a isso, mas é preciso entender que nem toda Henna possui metais pesados na composição, e que isso é mais uma má fama de outros produtos existentes no mercado, do que a realidade em si.

Segue essa leitura, que a gente te conta melhor sobre essa história!

Por que é comum ouvir sobre chumbo na Henna?

Batons, sombras, delineadores, tinturas… há uma infinidade de cosméticos pelo mercado que usam chumbo na composição. E sim, esse uso é regulamentado pela Anvisa (Agência Nacional de Vigilância Sanitária)!

Desde 2013, o uso do chumbo em cosméticos é permitido desde que as normas sejam seguidas, com o uso correto de concentrações etc. O chumbo, e outros metais, fazem com que a tonalidade do produto seja intensa e vibrante. No caso das tintas, o chumbo tem o papel de facilitar a pigmentação em cabelos brancos, por exemplo, que são mais difíceis de pintar e “segurar” a cor.

Para a Anvisa, desde que as marcas sigam as regras de uso do chumbo nos produtos, eles se tornam inofensivos. O que de fato é verdade, porém, o problema do chumbo não é o uso casual de um produto único, mas sim o uso recorrente. Afinal, o uso de cosméticos é praticamente diário e isso é o que faz mal ao organismo.

O chumbo vai se acumulando no organismo e, além de poder ferir a pele, pode ir para a corrente sanguínea e causar problemas a longo prazo.

Há diversos movimentos que podem ser vistos, inclusive na internet, para alertar sobre os perigos de usar cosméticos carregados de metais na composição. O uso de cosméticos naturais, por exemplo, tem aumentado devido à constante busca por hábitos mais saudáveis de consumo e uso.

Quando se trata da Henna é comum ouvir que na composição possui chumbo! Isso se vale por causa das Hennas artificiais, que são bastante comuns no mercado. O que traz a forte tonalidade ao produto é o uso de metais como o chumbo. Por isso, muitos cabeleireiros banalizam o uso da Henna por causa dos produtos artificiais que estão no mercado há anos. A popularização da Henna natural, livre de metais e de chumbo, teve início recentemente e ainda não alcançou a fama dentro dos salões de beleza.

A composição da Henna Casa da Índia

A Henna Casa da Índia é extraída da planta Lawsonia Inermis Linné, que é comumente encontrada no norte da Índia e no norte da África. O pó dessa planta é o que chamamos de Henna. Além de ter propriedades corantes, usadas para tingir os cabelos, ela fortalece e dá brilho aos fios.

Essa é a única composição da nossa Henna, que é 100% natural, livre de corantes artificiais e conservantes ou aromatizantes artificiais. Ah, e também é livre de amônia e metais pesados, como o chumbo.

Por isso ela é uma excelente alternativa às tintas químicas, que abrem a cutícula dos fios e inserem moléculas de cores sintéticas. A Henna não afeta em nada as moléculas do cabelo, pelo contrário, ela se une à queratina dos fios e causam aquele efeito mais volumoso e saudável.

Vantagens de usar Henna natural

Antes de seguir com a leitura, já compartilhe esse texto com seu cabeleireiro!

A Henna natural tem como maior benefício o fato de tratar o cabelo, ao invés de agredi-lo. Ela promove o brilho, engrossa e traz volume aos fios. Ela, inclusive, ajuda muito para a redução de pontas duplas, e ao longo do tempo: nutre, fortalece e limpa os fios naturalmente.

Quer conhecer mais sobre a durabilidade, a forma como a Henna colore e quais são as indicações seguras de uso? Vem aqui em nosso texto que te contamos tudo: CONHEÇA 5 BENEFÍCIOS DA HENNA NO CABELO E UTILIZE-A HOJE MESMO!

Ah e se você interesse em descobrir as maravilhas capilares da Henna para o seu cabelo, clica aqui para conhecer as Hennas naturais que temos aqui na Casa da Índia!

Você também pode gostar

Deixe um comentário