Comida indiana: 7 pratos típicos para você saborear [agora mesmo]

6 minutos para ler

A Índia é um dos maiores países do mundo. Nele, vivem cerca de 1,339 bilhões de pessoas. A cultura, muito singular do país, teve influências de outros locais, do oriente médio e de colonizadores, nos tempos de grandes navegações, especialmente. A comida indiana, que também é um elemento cultural, participou desse processo.

Atualmente, para apreciar uma comida indiana, não é preciso mais ir até a Índia! Diversos restaurantes, e até os especializados na culinária do país asiático, dedicam-se a espalhar as delícias que, muitas vezes, são recheadas de especiarias.

As especiarias, aliás, são algumas das marcas da Índia, e também da História, já que eram mercadoria de troca antigamente e muito valorizadas, uma vez que em países europeus o solo e o clima não permitiam que se tivesse as mesmas iguarias da Índia. Confira mais sobre a comida indiana e veja 7 dicas de pratos

Como é uma comida indiana?

A maioria da população é vegetariana, inclusive sendo muitos também veganos (sem o consumo de derivados de leite e ovos). A venda de carne, especialmente a carne bovina, é até mesmo proibida em todo o território indiano. A vaca, considerada a representação terrena de uma divindade do hinduísmo, e por isso, sagrada, é deixada de fora na culinária.

Nem por isso os pratos são limitados. Muito ao contrário, há uma variedade grande de combinações e sabores. Uma característica é que, além de muitas vezes picantes, a comida indiana é rica em nutrientes e vitaminas. Isso faz dela uma das mais saudáveis!

Quais os principais pratos típicos da comida indiana?

Veja 7 pratos típicos da comida indiana e como você pode saboreá-los!

1. Samosa

A samosa é um aperitivo que pode acompanhar refeições principais. Apesar do formato que lembra as coxinhas brasileiras, ela é feita com uma massa semelhante à do pastel (dois queridinhos nacionais!). O recheio é de vegetais.

A samosa é frita e, em geral, servida como entrada em restaurantes. Aqui no Brasil, a maioria dos restaurantes especializados em comida indiana oferecem a samosa. Para quem nunca comeu um prato indiano, é uma excelente opção para começar, já que os sabores são mais conhecidos do paladar brasileiro.

2. Masala beans

Masala é uma variedade de molhos na Índia. Geralmente, levam ervas e alguma pimenta. O masala beans nada mais é do que feijão cozido em molho. Os feijões, no caso, lembram muito o nosso feijão-de-corda. O prato pode ser simples ou acrescentado de legumes, fazendo uma feijoada vegana indiana.

É o caso no restaurante Gulab Hari, localizado em São Paulo, que tem em seu cardápio o masala beans em forma de feijoada. Para quem é vegetariano, é uma ótima opção de comer uma feijoada com molho muito especial e mais picante!

3. Frango lasooni tikka

Apesar de boa parte da população da Índia ser vegetariana, há aqueles que não são e consomem frango e outras carnes (menos a bovina). Um dos pratos que os brasileiros não vegetarianos podem gostar é o chicken lasooni tikka.

O chicken lasooni tikka é um frango marinado em iogurte caseiro. O frango fica mais frito do que com molho. O molho serve para dar sabor ao prato. Pode ser acompanhado com arroz e vegetais.

O chicken lasooni tikka pode ser encontrado no restaurante Indian Gourmet, que fica em Belo Horizonte.

4. Garlic paneer tikka

Para aproximar mais a culinária mineira da comida indiana, o paneer tikka é uma das melhores opções. Isso porque o paneer é nada mais que queijo! Ela é a opção vegetariana para o prato que citamos acima, o chicken lasooni tikka.

Nesse, o queijo usado é a ricota, e é marinada em um molho de iogurte natural e alho. Assim como na opção com frango, também pode ser acompanhado de arroz e legumes a hora de servir.

O garlic paneer tikka também pode ser encontrado no Indian Gourmet em Belo Horizonte.

5. Curry kissed salmon

O curry é um molho da família da masala, e, sendo indiano, costuma ter uma cor mais marrom. Também pode ser encontrado curry em coloração vermelha e amarela. O curry kissed salmon é um prato encontrado no restaurante Tantra, em São Paulo, que usa o curry amarelo por cima de salmão, rúcula e tiras de manga.

É certamente uma explosão de sabores, e todos adaptados ao paladar brasileiro. O curry é um molho muito versátil e, no caso de peixes, como é esse prato, é ideal que ele não seja tão apimentado.

6. Naan

O naan é uma espécie de pão, e também uma das principais comidas indianas. É feito com água, trigo, sal e uma pitada apenas de fermento. Ele é incluso em diversas refeições ao longo do dia. Por ser leve, mas saboroso, e sem ser muito temperado, ele é um excelente acompanhamento.

Na Índia, é comum até usar o naan para pegar restos de molhos ou comida que ficam no fim do prato! Pode limpar, pois é tradição!

O Naan pode ser servido em qualquer restaurante de comida indiana como entrada com algum acompanhamento como molhos, ou acompanhado do prato principal, em uma bandeja com o combo da casa (o que varia também para cada restaurante). 

7. Palak Paneer

O Palak Paneer é outro prato que pode facilmente agradar o paladar brasileiro, e tanto vegetarianos quanto os não vegetarianos podem gostar. Isso porque ele leva queijo (paneer é a palavra para queijo) cozido com espinafre. Nessa mistura, ainda vai cebola, creme de leite e outros temperos.

O palak paneer pode ser acompanhado de arroz ou comido com o naan, o pão que citamos anteriormente! Ambos são leves e permitem sentir bem o sabor do prato.

O restaurante Indian Gourmet prepara o palak paneer com ricota. De comidas indianas, é um dos pratos mais clássicos.

Apesar de diversos ingredientes da comida indiana existirem também no Brasil, é a mistura e modo de preparo dos pratos que muitas vezes pode ser estranha ao paladar brasileiro. A melhor maneira é experimentar comida indiana que se assemelhe a gostos já conhecidos por você. Pode começar fazendo em casa alguns pratos simples ou, mesmo, indo a um dos lugares que indicamos.

Quer encontrar um mix amplo de produtos indianos? Na Casa da Índia você encontra e pode ter um ambiente indiano aí dentro do seu lar! 

Você também pode gostar

Deixe um comentário