Cosméticos naturais: quais as vantagens em usá-los?

6 minutos para ler

Você já parou para pensar sobre os produtos que passa na pele e nos cabelos? A proposta dos cosméticos naturais é exercer o menor impacto possível em nosso organismo e na natureza.

A questão é que, nos últimos tempos, começamos a nos preocupar um pouco mais com o que comemos. A procura por alimentos saudáveis e sem agrotóxicos cresceu quando percebemos a consequência que essas substâncias químicas nos trazem. Avançamos, então, em relação à consciência alimentar.

Apesar desse progresso, muitos de nós ainda não criamos consciência que aquilo que aplicamos na pele também é uma forma de ingestão. Isso porque ela consegue absorver parte dos componentes contidos nos produtos. Por isso fizemos o questionamento inicial.

Continue conosco e entenda os benefícios de apostar em cosméticos mais puros!

O que são cosméticos naturais?

Cosméticos naturais são aqueles que apresentam entre 50% a 95% de matéria-prima vinda da natureza. Geralmente, esses elementos são óleos naturais, plantas, flores e frutas. O restante da composição pode vir de materiais orgânicos ou sintéticos, desde que esses últimos não sejam produtos químicos nocivos, como lauryl.

Quais as vantagens dos cosméticos naturais?

Mesmo com toda a proteção que a pele nos dá, ela é permeável, ou seja, absorve substâncias. Dito isso, nada mais prudente do que se preocupar com os produtos que usamos, concorda? Sendo assim, optar por cosméticos naturais apresenta diferentes benefícios. Confira:

Colaborar para a sustentabilidade

A sustentabilidade ambiental se define na forma de a geração atual conseguir se desenvolver sem comprometer a capacidade de a natureza beneficiar gerações futuras.

As indústrias dos cosméticos sintéticos utilizam milhares de substâncias químicas em seus processos, os chamados POP (Poluentes Orgânicos Persistentes), que são compostos altamente estáveis, insolúveis na água e demoram muitos anos para se decomporem.

Os resíduos plásticos também são uma preocupação e estão presentes mesmo naqueles produtos aparentemente inocentes, como cremes e sabonetes esfoliantes. O acúmulo é capaz de poluir os oceanos, desregulando a fauna existente nesses ambientes.

Uma das saídas é investir mais em recursos naturais e eco-friendly, já que não causam agressão ao meio ambiente ou a outra forma de vida. O efeito dessa escolha mais consciente é a diminuição de sais e a prevenção no uso de lauryl, toluenos e outras substâncias químicas em produtos.

É importante entender que os danos das substâncias presentes em cosméticos sintéticos atingem todo o ciclo da cadeia, desde a produção, passando pelo uso e terminando pelo descarte.

Livrar-se de componentes químicos

Você já teve curiosidade de pegar todos os seus cosméticos, colocar em cima da pia e ler os componentes, um a um? Se, por acaso, já fez isso, deve ter se deparado com nomes bem complexos e diferentes, os quais nem sabia do que se tratava. E se não consegue nem entender o que são, como vai saber se o efeito é positivo ou negativo?

Infelizmente, a lista dos que fazem mal é extensa, mas temos, aqui, alguns exemplos:

  • lauryl: estão presentes em diversos produtos de cabelo, principalmente shampoos. São misturas de surfactantes, com propriedades detergentes. Dependendo da proporção, tornam-se altamente corrosivos e geram irritação e descamação na pele;
  • metais pesados: em quantidade grande no organismo prejudicam seu funcionamento, impedindo que proteínas e enzimas funcionem bem;
  • BHA e BHT: são espécies de conservantes presentes em batons, hidratantes, desodorantes e shampoos. A Agência Internacional de Pesquisa sobre o Câncer (IARC) fez um experimento no qual concluiu que o primeiro tem poder carcinogênico. Já o segundo carece de mais pesquisas;
  • oxibenzona: é muito usado em protetores solares, estando, por isso, presente no organismo de muitos de nós. Um dos seus problemas é que, ao entrarmos no mar, parte dele é dispensado nas águas, colaborando para destruir os corais. Além disso, é considerado um disruptor endócrino, causando alterações hormonais.

Ter a pele mais limpa e saudável

Já ouviu falar em bioacumulação? É o processo pelo qual a pele absorve substâncias, que ficam acumuladas no organismo e não conseguem ser eliminadas.

Assim, os componentes citados acima podem ter dificuldade de serem expelidos, o que, além de causarem danos em longo prazo na saúde, provocam reações na pele, como poros entupidos, alergias, acnes, comedões etc.

Esses efeitos acabam se tornando um ciclo vicioso, pois o entupimento de poros dificulta a saída natural de suor e sebo. Assim, ficam acumulados na região e influenciam no aumento da oleosidade, o que, consequentemente, aumenta a produção de acnes e cravos.

Investir na beleza natural

Nossa pele é o maior órgão sensorial. Ela reflete nossa aparência, que é influenciada pela saúde e equilíbrio emocional. Os cosméticos naturais, com seus componentes vindos na natureza, têm o efeito de nos proporcionar hidratação, vitalidade e saúde. As substâncias colaboram para manter o equilíbrio do nosso organismo, hormônios e enzimas.

O que precisamos fazer com a beleza é realçar os pontos fortes e tratar dos aspectos negativos, no lugar de escondê-los. E isso só é possível fugindo de substâncias nocivas.

Aumentar o bem-estar

As pessoas sempre conviveram bem e se sentiram mais calmas perto da natureza. Essa conexão harmoniosa também é vantajosa quando acontece de forma sensorial, ao usarmos produtos extraídos do meio ambiente.

Ao estarmos saudáveis por dentro, nós transparecemos mais resistência, satisfação e sensação de bem-estar. Assim, temos menos riscos de alergias, evitamos doenças endócrinas, diminuímos as chances de desenvolvermos o câncer, por exemplo.

Onde encontrar esses cosméticos?

Esses produtos de beleza dificilmente fazem parte das indústrias grandes, já que o objetivo delas é produzir em larga escala, para vender muito e ter mais lucros.

Assim, o ideal é pesquisar, na internet, os locais ou lojas online que trabalham com esses tipos de cosméticos. Também é recomendado analisar a real procedência de tais produtos, a fim de verificar se a marca segue com a cultura implícita nesses valores.

Podemos, então, concluir que a tendência é os cosméticos naturais virarem necessidade. Já demos os primeiros passos prestando mais atenção de onde vêm nossos alimentos. Depois, seguimos com a transição para o uso de canudos biodegradáveis. Então, por que não se importar com os impactos que produtos químicos têm sobre nós e a natureza?

Se você gostou do conteúdo, vai adorar conhecer nossos cosméticos e demais artigos. É só clicar no link e aproveitar!

Você também pode gostar

Deixe uma resposta

-