Saudação ao sol: comece a praticar a Surya Namaskar em casa

4 minutos para ler

A saudação ao sol é uma das principais e mais significativas sequências da Yoga. Também conhecida por Surya Namaskar, é composta por 12 posturas — ou asanas — que, quando frequentemente executadas, trazem melhorias significativas para o corpo, mente e espírito.

Sua origem vem da tradição milenar de adoração ao deus Sol, quando os povos antigos meditavam e oravam agradecendo a energia trazida por ele diariamente. De acordo com a filosofia indiana, essa prática começou a partir da relação do discípulo e ser divino Hanuman com a grande estrela.

Na sequência, mostraremos em detalhes como praticar a saudação ao sol no seu próprio lar. Continue a leitura e confira!

Quais são os benefícios da prática?

O Surya Namaskar pode ser realizado por qualquer pessoa, desde que não apresente grandes problemas de saúde e que deseje genuinamente praticar e colher os frutos da gratidão, lembrando que é necessário tempo e dedicação para obtê-los.

Em relação ao físico, as posturas alongam o corpo, trabalham a força e a flexibilidade, melhorando a respiração e a oxigenação dos órgãos. Promovem um estilo de vida saudável, trazendo calma interior, combatendo a ansiedade e estresse gerados pela rotina. 

Powered by Rock Convert

A saudação favorece também a concentração e o foco, pois a mente passa a vibrar no momento presente e aceitar a própria realidade. Como está ligada à comunhão com a luz e o universo, a prática conduz a um estado de felicidade interior, equilíbrio, autoconhecimento e reencontro com a própria essência.

Como praticar o Surya Namaskar em casa?

Para começar, você precisará de um mat — o tapetinho da yoga —; um ambiente calmo, de preferência com iluminação natural; e algum espaço para movimentação. O uso de um incenso com propriedades calmantes pode ajudar a mente a se concentrar e atingir um nível de consciência mais elevado.

A respiração tem um papel fundamental na Yoga e deve se manter cadenciada e profunda durante todas as posturas. Pode ser um pouco difícil a princípio. Porém, existem técnicas, como a da respiração diafragmática, que podem ser aprendidas e ajudar gradualmente no processo. 

Quais são as posturas da saudação ao sol?

Existem diversas técnicas e níveis de complexidade. A forma clássica é composta por 12 posturas que, inicialmente, podem ser repetidas 2, 4 e até 12 vezes seguidas, conforme seu corpo for se acostumando aos exercícios. Confira a sequência de movimentos a seguir: 

  • com os pés alinhados, em frente ao tapete, junte as mãos em frente ao peito, na posição da oração e expire;
  • mantenha a posição das mãos e, inspirando, eleve-as até o alto da cabeça, esticando um pouco o corpo para trás;
  • expire e abaixe o tronco e deixe as mãos ao lado dos pés, encostando no solo, se possível. Realize esse asana no limite do seu corpo;
  • enquanto inspira, estique sua perna direita para trás, olhando para o alto;
  • segure a respiração por um momento e faça o mesmo com a esquerda, juntando os pés;
  • expirando, coloque os joelhos no chão, abaixando o peito e o queixo em direção ao solo, encostando-os suavemente. O quadril permanece um pouco elevado. Nessa posição oito partes do corpo tocam o solo. Pés, joelhos, peito, as mãos e o queixo;
  • conhecida como postura da cobra. Deslize para a frente e mantenha o olhar para cima, enquanto as mãos permanecem no chão. Inspire enquanto realiza o movimento;
  • expire e levante novamente o quadril, ficando em uma posição de V invertido, chamada também de postura da montanha;
  • inspire e coloque o joelho direito à frente;
  • expirando, faça o mesmo com a outra perna e dobre a cintura. Deixe as mãos novamente ao lado dos pés;
  • inspire, elevando novamente o corpo e arqueando novamente as mãos para trás;
  • exale e retorne as mãos ao peito, repetindo o processo com a perna contrária com a qual iniciou a primeira sequência.

Gostou de conhecer mais sobre a saudação ao sol e de como começar a praticá-la? Reserve, então, um tempo para si e prepare o ambiente ideal para ajudar nessa conexão. Lembramos que, para se nutrir dela em todos os aspectos, é necessário se conectar de fato com seu significado, enxergando além da mente e das limitações do corpo.

Que tal incentivar outras pessoas a realizarem a saudação ao sol? Compartilhe esse conteúdo nas suas redes sociais e espalhe esse conhecimento! 

Você também pode gostar

Deixe um comentário